INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO "FRAGMENTOS DA VIDA"

de Titos Pelembe

8 Ago 18h00
INAUGURAÇÃO DA EXPOSIÇÃO "FRAGMENTOS DA VIDA"

Titos Moisés Pelembe nasceu aos 05 de Agosto de 1988 em Maputo. É licenciado em Artes Visuais, pelo Instituto Superior de Artes e Cultura (ISArC) em 2012 e graduado nos cursos médios de Formação Pedagógica e Cerâmica pela Escola Nacional de Artes Visuais em 2009. Foi professor estagiário da Escola Nacional de Artes Visuais. 2017 - Ingressou no curso de Mestrado em Arte e Design para o Espaço Público, na Faculdade de Belas Artes da universidade do Porto – Portugal.
É membro e colaborador da Associação Kulungwana Para o Desenvolvimento Cultural, Museu das Pescas, Ministério da Cultura, Vice - presidente da Associação Núcleo de Arte, fundador e técnico de Artes Visuais na Agência Visual Arts – Publicidade e Serviços. Dedica – se profissionalmente pelas Artes Visuais desde 2004, tem participado regularmente em exposições em Moçambique e no Estrangeiro.

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS

2018 – Trilho dos sonhos / Fragmentos da Vida – Fundação Fernando Leite Couto

EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS PRIVADAS

2007 – Projecto Museu das Pescas, Fundo do Fomento Pesqueiro – Maputo

2014 – Visual Arts – Maputo

2017 – Traços e Tons – Maputo

 

PRÉMIOS E EXPOSIÇÕES COLECTIVAS

2018 – Celebrando XIQUITSI 5 ANOS – Maputo; Exposição Colectiva ˮREDIMENSÃO" galeria 1834 – Maputo; 2018 – Colecção Crescente, galeria Kulungwana; Curso de Curadoria Artística – Centro Cultural Franco Alemão e Centro Cultural Franco Moçambicano; Exposição Projecto Teresinha – Maputo.

2017 - Ilha de Moçambique – exposição colectiva na rua dos Arcos; 8 Mãos de Cerâmica – Galeria Kulungwana; Barclays L'atelier – Galeria Fundação Fernando Leite Couto, Maputo e ABSA Galeria Joanesburgo; Arte Moçambicana – BIBLIASPA, Brasil; Colectiva – Galeria Porto Oriental, Portugal.

2016 - 10 anos da Kulungwana – Maputo; Festival Internacional da Ilha de Moçambique; workshop de colagem e desenho em Breda – Holanda.

2015 |2014| 2013 – Exposições temáticas e permanentes do Núcleo de Arte e Kulungwana;

2012 - Curadoria da exposição colectiva “Linhas em formas e formas em linhas”;

Galeria da Kulungwana; Produção da Escultura Monumental Sasol Temane Site “Gráfico de Crescimento”, ZIMOKAD intercâmbio artístico entre Moçambique e Zimbabwe, Escola de Artes Visuais e Centro Cultural Franco Moçambicano;

2011 - 2° prémio na Bienal TDM, Museu Nacional de Arte, Maputo;

Produção de troféus - Ministério da Função Pública;

Exposição colectiva Creative Block - Finlândia; Escultura ICRH – Maputo;

2009 - 3° prémio na Bienal TDM na modalidade de cerâmica, Museu Nacional de Arte; Menção honrosa, FUNDAC, em modalidade de Pintura; Exposição colectiva e workshop SADC CREATOR (Botswana);

2008 - 1° prémio, FUNDAC, em Cerâmica; 2° prémio da Expo Musart, em Cerâmica;

2007 - 3° prémio do Instituto Camões em Banda Desenhada; 1° prémio em escultura em Cerâmica e menção honrosa em Pintura, na 10 ª edição do concurso Descoberta;

2006 - 3° prémio do Instituto Camões em Banda Desenhada; 1º e 2º prémios alusivos ao 5° aniversário do Centro Cultural do Banco de Moçambique; Menção honrosa, FUNDAC, em Cerâmica; 2° prémio com Cartaz da UNESCO sobre malária;

2005 - Menção honrosa no 30.° aniversário do Banco de Moçambique;

2004 - 1° prémio - Revelação Francofonia - no Centro Cultural Franco Moçambicano - Maputo.

As obras de Titos Pelembe estão representados em diversas instituições públicas e privadas em Moçambique, (TDM, Museu das Pescas, Fundo do Fomento Pesqueiro, Presidência da República de Moçambique, Escola de Artes Visuais, Escola Portuguesa de Moçambique, Banco de Moçambique, Moza Banco, Sasol, etc), e no estrangeiro. É autor do logótipo da galeria Kunstraum (ICMA) e do Novo Grupo de Comunicação de Moçambique.